Menu

Mulheres, mães e filhas. O papel da terapeuta mulher na consulta mãe-bebê


Nosso objetivo é mostrar a influência que pode ter o sexo do terapeuta, no caso uma mulher, sobre o trabalho de consulta mãe-bebê ou pais-bebê. Partiremos de algumas noções que nos parecem o centro da constituição da feminilidade e da maternidade, a saber :
– o componente erótico e maternal da sexualidade feminina, cujo roteiro se inscreve no corpo feminino.
– a influência desses fatores na ligação mãe-filha e sua transmissão.
– a especificidade de certos tipos de intervenções terapêuticas durante as consultas.
– o valor metaforizante e de enactment dessas intervenções.


Article en PDF

Texte initial :
Solis L, Moro MR. Mulheres, mães e filhas. O papel da terapeuta mulher na consulta mãe-bebê In : Pereira da Silva MC., Ser pai, ser mae – parentalidade : um desafio para o terceiro milênio. Brésil : Casa do Psicologo ; 2004. p. 67-76.







- Tous droits réservés © Transculturel.eu, AIEP, Centre Babel 2016